Abastecido por uma enxurrada de selfies que pulam na nossa tela, o Instagram se transformou numa feira de vaidades. Nos últimos anos, com a proliferação do fenômeno, as contas que surgem e utilizam a plataforma para ideias frescas se destacam. Cansado de ver mais do mesmo, o americano Jordan Watson decidiu transformar seu perfil em um espaço dedicado a postar e receber obras de artistas de todas as partes.

Carlijn Jacobs. Foto: reprodução/Instagram

Carlijn Jacobs. Foto: reprodução/Instagram

O love.watts surgiu da vontade de aproveitar a popularidade do aplicativo para exibir esses trabalhos artísticos. Com curadoria feita pelo próprio, das centenas de e-mails que recebe diariamente, o projeto foi ganhando forma e cada vez mais followers, hoje mais de 200 mil, se tornando um verdadeiro acervo online de diversas linguagens.

Jamian Juliano-Villani. Foto: reprodução/Instagram

Jamian Juliano-Villani. Foto: reprodução/Instagram

Saint Hoax. Foto: reprodução/Instagram

Saint Hoax. Foto: reprodução/Instagram

Dos artistas emergentes publicados por lá, muitos já ganharam seguidores e tiveram aumento considerável nas vendas. Em entrevista ao site Fusion, Jordan comentou que chegou a ganhar peças de artistas, criando uma pequena coleção particular. E não para por aí. Seu olhar apurado o fez participar da curadoria de alguns espaços em clubes noturnos e até apartamentos de famosos, no leilão realizado pela atriz Rose McGowan.

> Veja a entrevista que fizemos com o ilustrador Pedro Nekoi.

Alex Garant. Foto: reprodução/Instagram

Alex Garant. Foto: reprodução/Instagram

O projeto migrou para o Snapchat, Tumblr e Twitter reunindo mais seguidores que galerias e museus importantes. “Eu criei uma galeria onde qualquer pessoa com um telefone pode ver o seu trabalho e se tornar um fã. É uma galeria do mundo”, disse ele em entrevista ao Fusion.

Adriana Varejão também foi uma das artistas postadas pelo Love. Foto: reprodução/Instagram

Adriana Varejão também foi uma das artistas postadas pelo Love. Foto: reprodução/Instagram

Se interessou? Enviei seu trabalho para welovewatts@gmail.com

Comentários